Macaé é destaque no ranking nacional

Município conquistou prêmio em cinco categorias em avaliação feita pela Revista IstoÉ e a consultoria Austin Ratings

Por João da Silva 15/10/2015 - 13:19 hs

Macaé foi classificada como melhor cidade em cinco categorias no Ranking das Melhores Cidades do Brasil, na pesquisa feita pela Revista IstoÉ e a consultoria Austin Ratings. A premiação foi entregue ontem (17), em São Paulo, aos representantes do município: o secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Turismo, Vandré Guimarães, e o secretário de Fazenda, Ramirez Cândido.

O levantamento inédito mediu o nível de desenvolvimento socioeconômico dos 5.565 municípios brasileiros, por meio do Índice de Inclusão Social e Digital (IISD) que se utilizou de mais de 500 indicadores de diferentes fontes para mapear onde estão as melhores práticas no País e desenvolver o ranking "As Melhores Cidades do Brasil". Macaé ganhou nos seguintes quesitos: Indicadores fiscais - geral; Indicadores fiscais - porte grande; Execução do orçamento - geral; Execução do orçamento - porte grande; Comércio exterior - porte grande. 

A premiação levou em consideração o cruzamento de informações extraídas de fontes públicas, como IBGE, PNAD, Secretaria do Tesouro Nacional, Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio, Datasus, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Denatran, entre outros. A partir dessa avaliação foi composto um ranking com 21 categorias, cada qual com três cidades vencedoras conforme seu porte: pequeno (até 50 mil habitantes), médio (de 50 mil a 200 mil habitantes) e grande (acima de 200 mil habitantes).

"A palavra-chave do governo atual se chama eficiência e a grande máxima é centrada no trabalho para fazermos uma cidade melhor. Iniciamos um processo de ações há cerca de três anos, com um trabalho construído internamente por servidores e gestores municipais, sem custos com consultorias e auditorias externas. Reduzimos, desde 2013, cargos comissionados/função gratificada. Recentemente, em janeiro deste ano, um pacote de medidas foi adotado pelo governo municipal. Dentre elas, uma redução de 10% do valor da remuneração de todos os cargos e funções gratificadas, incluindo os subsídios do prefeito e do vice-prefeito e, novamente, em 20% dos contratos dos serviços prestados", ressalta o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio.

O levantamento premia municípios de pequeno, médio e grande porte através de uma série de indicativos agrupados em quatro pilares fundamentais: indicadores sociais, econômicos, fiscais e digitais. "Além de premiar quem se destaca, quem faz melhor, queremos também ajudar o Brasil a entender melhor o Brasil e conhecer as experiências que estão dando certo", diz Caco Azulgaray, presidente executivo da Editora Três, responsável pela publicação da Revista IstoÉ.

Ao todo, 84 municípios serão premiados por suas experiências bem-sucedidas. Ao longo dos últimos três meses, a Austin Ratings vem compilando e cruzando os dados de todos os municípios brasileiros, a fim de identificar as cidades que estão conseguindo encontrar as melhores maneiras de atingir a máxima eficiência. "Esse estudo é inédito tanto pela amplitude das cidades como pelo número de indicadores", diz Alex Agostini, da Austin Ratings, o responsável pela compilação e análise dos dados.

O anuário "As Melhores Cidades do Brasil", lançado em agosto, é fruto dessa parceria entre a Editora Três (que publica as revistas IstoÉ e Dinheiro) e a consultoria Austin Rating, contendo o levantamento inédito, fruto da análise de 5.565 municípios brasileiros sob os pontos de vista fiscal, econômico, social e digital.
Em junho desse ano, Macaé foi classificada no índice de Gestão Fiscal (IFGF) da Firjan, como a segunda melhor colocada entre todos os municípios da região na administração das finanças públicas. Os indicadores levados em consideração foram gastos com pessoal, investimentos, liquidez e custo de dívidas.