Prefeitura de Macaé, RJ, denuncia fraude fiscal na Secretaria de Fazenda

Prefeitura de Macaé, RJ, denuncia fraude fiscal na Secretaria de Fazenda

Caso foi divulgado pelo prefeito Aluízio na tarde desta quinta-feira (1º). Polícia Civil abriu inquérito para apurar as supostas irregularidades.

Por João da Silva 02/10/2015 - 14:35 hs

A Prefeitura de Macaé, no interior do Rio, divulgou na tarde desta quinta-feira (1º) que encontrou uma fraude fiscal na Secretaria de Fazenda do município. Com a análise dos dados, o prefeito concluiu que os valores não eram pagos efetivamente. Aluízio Júnior afirmou que dois funcionários foram identificados e afastados. O caso foi denunciado à Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar o caso.

O chefe do executivo explica que a prática foi percebida devido à regularidade de uso de certas contas após o expediente: "Era sempre o mesmo login e sempre a mesma máquina, mesma senha e mesmo horário: geralmente após o fim do expediente."

Sobre a dinâmica da fraude, Aluízio esclarece que o certificado de quitação das dívidas aconteciam somente na página da Prefeitura: "Ele lançava um código de barras e, no sistema, já teria sido aferido e verificado pelo banco. Aquela página virava uma página completamente quitada. Só que no extrato bancário, não conferia o pagamento."

O prefeito relatou que, por ocorrer com frequência, os casos foram ligados uns aos outros e a suposta fraude foi notada. Ele demonstra, ainda, que o valor resultante das irregularidades pode atingir cifras expressivas: "Do IPTU, parece que começa a atingir o ISS. Se começa a atingir o ISS, o volume da fraude pode ser bastante grande."

"É uma fraude fiscal significativa, que precisa ser apurada independente do valor que foi desviado. Uma prática que precisa ser abolida de qualquer forma", concluiu o prefeito de Macaé.