Anterior

Campeonato de Futsal e Copa da Amizade agitam o esporte em Buriti dos Montes

25/03/2017

Anterior

Próxima

Irmão de Bruno, preso na cadeia de Altos, teria participado do sequestro de Eliza Samudio

25/03/2017

Próxima
23/03/2017 - 23:16
Polícia desarticula quadrilha que praticava roubos na região

As cidades que foram alvos dos criminosos são: Castelo, Juazeiro, Buriti dos Montes e Sigefredo Pacheco
 Foto: Portal Marvão 

Suspeitos das ações criminosas

Na madrugada deste dia 23 um esforço conjunto da 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil e Diretoria de Inteligência da SSP conseguiu desbaratar uma associação criminosa que vinha praticando uma série de roubos nas cidades da região, entre Sigefredo Pacheco e São Miguel do Tapuio. Após análise das ocorrências e reconhecimento feito pelas vítimas, foi possível identificar dois cearenses, foragidos da Cadeia Pública de Crateús, como autores de roubos que aconteceram em uma padaria em Juazeiro, um bar em Castelo do Piauí, uma papelaria em São Miguel do Tapuio dentre outros.

Na semana anterior, dia 15 de março, o bando se aventurou em nova empreitada criminosa em Sigefredo Pacheco, desta vez sendo surpreendidos pelo Grupamento de Polícia Militar da cidade, comandado pelo CB Hagson. Houve perseguição, mas o elementos conseguiram fugir, abandonando uma moto roubada.

Deste então a equipe de investigação da Delegacia Regional de Campo Maior com apoio da Delegacia de Castelo do Piauí e do GPM de Sigefredo Pacheco, com apoio do Sd Elias Jr passaram a realizar buscas para localizaram os fugitivos. Após um intenso trabalho os mesmo foram identificados e localizados e quando a polícia se preparava para prende-los descobriu a morte de um deles, Francisco Leonardo Dias Pinho (cearense), que foi executado pelos seus "parceiros" de crime, com um tiro de espingarda no peito. Com as diligências na cidade de Juazeiro do Piauí as equipes conseguiram desbaratar a quadrilha e elucidar esse crime, prendendo o mandante do crime, a pessoa que atraiu Francisco Leonardo ("Chuck") para sua morte bem como o homem que empestou a arma de fogo para que fosse realizada a execução. Francisco Leonardo foi executado com dois tiros de espingarda calibre 36, após um desentendimento entre o bando. Na ação foram apreendidas duas armas (um revolver usado nos roubos e arma utilizada para matar Chuck), a motocicleta usada no crime, bem como diversos objetos (joias e celulares) das vítimas dos roubos praticados pela associação criminosa.

As diligências continuam para prender mais integrantes do bando criminoso e identificar mais pessoas de Juazeiro do Piauí envolvidas com os crimes investigados. A Polícia Civil, por meio da  5ª Delegacia Regional de Polícia Civil e da Delegacia de Polícia Civil de Castelo do Piauí, não medirá esforços para continuar identificando e prendendo as pessoas que venham a praticar crimes na região.

Apesar de já ter sido identificados, ainda continua foragido dois elementos.  Policiais civis e militares da regional de Campo Maior e GPM de Juazeiro, Sigefredo Pacheco e Castelo do Piauí continuam a caçada aos elementos, que  tratam-se de Antonio Edson Rodrigues de Almeida, vulgo “Peixe”, de 29 anos e Francisco Rômulo da Silva Paiva, 29 anos. 

O elemento conhecido por Peixe,  é fugitivo de uma delegacia na cidade de Crateús. É natural de Fortaleza-CE e foi preso por porte de arma de fogo sem registro em Crateús-CE em 27 de janeiro deste ano. Com ele a polícia encontrou, além de um revólver calibre 38 com 05 (cinco) cartuchos, dois celulares e um cordão de ouro. O homem disse que já era fugitivo do sistema prisional em Fortaleza-CE. Já Francisco Rômulo é de Juazeiro do Piauí e é acusado de ter assassinado o seu comparsa a tiros na madrugada desra quinta - feira, na cidade de Juazeiro do Piauí.

5ª DRPC em Campo Maior

Delegacia de Castelo do Piauí

Diretoria de Inteligência da SSP-PI
Fonte: Portal marvão





Link:




Deixe seu comentário



Buriti dos Montes - Hoje
Máxima: 28°C    Mínima: 22°C
Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.